Partido Novo lança jovem candidato a vereador em São José dos Campos

mm
Publicado em outubro 20, 2020, 11:48 pm
FavoriteLoadingAdd to favorites 4 mins

Chegamos ao período eleitoral e para muitos é sempre a mesma coisa. Som alto, musiquinhas (lê-se jingles) tocadas repetidamente pelos bairros da cidade, panfletos espalhados pelas calçadas de tal modo que mais parecem verdadeiras arapucas. Afinal, muitos se tornam armadilhas para os pedestres desatentos que só percebem quem está impresso no folheto depois de escorregar e já no chão dar de cara com a foto sorridente do candidato.

O eleitor está cansado. Alguns já não sabem se estão doentes ou apenas irritados com tantas falsas promessas. A política é alvo constante da descrença do brasileiro e não é para menos. Se por um lado os discursos de ódio e opiniões ideológicas fortaleceram as discussões, por outro a polarização fez diminuir as relações e os afetos com o que realmente importa que é justamente o respeito ao próximo.

Na última eleição presidencial, o cidadão viu surgir novos nomes no cenário político brasileiro. Muitas vozes e posturas que se alinhavam, de certo modo, com o pensamento democrático e o respeito às diferenças em consonância à necessidade do desenvolvimento do país.

Nova cor, novas caras, outras pessoas. O laranja do Partido Novo surgiu sem levantar bandeiras e de maneira relativamente discreta tentou apresentar algumas propostas e candidatos com iniciativa, mais argumentos e menos discursos.

Mas nem todos estão preparados para entender e sim apenas ouvir e apenas acreditar. E muitas vezes, quem grita mais é quem se faz escutar. Talvez por isso, o Novo não conseguiu eleger um presidente e também não obteve tantas candidaturas na última eleição.

Bruno Wallace discursando em uma manifestação do Movimento Vem Pra Rua, no combate à corrupção do nosso país. Foto: Marcius Rogérico / Arquivo.

Este ano, no entanto, alguns candidatos às vagas de vereadores se apresentam na cor laranja com novas perspectivas.

É o caso do joseense Bruno Wallace, 18 anos que acredita na transformação social através da educação.

Apesar do foco da Rede de Comunicação do Jornalismo Colaborativo ser destinado às publicações disruptivas de transformação social e difusão do conhecimento científico, abrir este espaço para jovens que se interessam pela mudança do país e, neste caso, através da política, é fundamental para incentivar o movimento de mudança de um país já bastante desgastado, seja de forma cultural, econômica ou social.

Assim, esperamos que o leitor possa, de algum modo, se identificar com este jovem que já aos 10 anos de idade gostava de conversar sobre política com seus pais e com o tempo buscou na educação desenvolver o interesse na área, pesquisando e sempre colocando em pauta assuntos de interesse público nas conversas com seus amigos. Algo que devemos considerar antes de romper amizades por causa de discussões políticas. Afinal, o que interessa não é se o seu time joga para vencer, mas como ele venceu para jogar.

Acompanhe neste link a entrevista completa com o jovem para e Rede de Comunicação do Jornalismo Colaborativo.

mm
O Vale Jornal é um observatório e filtro de notícias com apoio editorial da rede JornalismoColaborativo.com, indicado pela Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação / Prêmio Expocom 2016.